Make your own free website on Tripod.com
 
Cabecalho
   
 



Você é o visitante número



Página Inicial

Autor

Apresentação

Carta de Dissociação

Cartas

Fotos

Notícias

Relatos e Experiências Pessoais

Artigos

Livro de visitas

Links p/ outros "sites"

 

A carta da Torre de Vigia para a NBC Dateline

O original do documento traduzido a seguir pode ser encontrado nos sites:

http://www.jw-media.org/region/americas/usa/english/releases/beliefs_practices/rgreenberg020702.pdf

http://www.silentlambs.org/education/JRBrownGreenbergletter.cfm

 

 

   É surpreendente ler esta carta. Quando o assunto em questão são os pedófilos nas congregações das Testemunhas de Jeová, o Diretor J.R. Brown fala de "pontos de vista e opiniões [que] deveriam ser ouvidos apenas no âmbito interno da congregação". Qualquer um pode compreender que esta é uma história dolorosa para a Torre de Vigia, mas escrever uma carta para a NBC-Dateline que prova que a Torre de Vigia está, de fato, fazendo todo o possível para encobrir esses casos é absolutamente fantástico. Nunca achamos particularmente espertos o Sr. J. R. Brown e seus colegas "irmãos" do "Escritório de Informação ao Público", mas não esperávamos, tampouco, que fossem tão estúpidos!

 

                  Eis a Carta:


Carta STV aos Escritórios
marcador CLIQUE PARA AMPLIAR
 

7 de fevereiro de 2002

Richard Greenberg
Dateline NBC
30 Rockefeller Plaza
New York, NY 10112 

Prezado Sr. Greenberg: 

Estou escrevendo em resposta ao seu convite par participar de uma entrevista gravada para o vindouro program da NBC, Dateline. Obrigado pela oportunidade de participar; apreciamos seus esforços de ser justo e equilibrado. Como sabe, temos nos esforçado por cooperar com o Sr. e sua equipe enquanto trabalham na montagem do programa. 

Quanto à sua solicitação para um entrevistado, recentemente trouxemos à atenção do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová e eles respeitosamente declinaram do convite pois pareceria colocar irmão contra irmão, e este não é o modo cristão de resolver as diferenças. Não acreditamos que um programa de televisão em cadeia nacional seja o fórum adequado para se discutir as diferenças de pontos de vista entre membros de nossa religião. Neste caso, o sr. nos relatou que seus participantes são primariamente indivíduos que ainda se consideram como Testemunhas de Jeová. Não os vemos, portanto, como adversários, mas como indivíduos cujos pontos de vista e opinião devem ser ouvidos no âmbito interno da congregação, ou igreja, e não perante uma audiência nacional. Isso estaria em a harmonia com o que Paulo admoestou, como registrado na Bíblia em 1 Coríntios 1:10, "que todos faleis de acordo e que não haja divisões entre vós, mas que estejais aptamente unidos na mesma mente e na mesma maneira de pensar." Nosso Corpo Governante está desejoso de resolver as diferenças de opinião no âmbito interno da congregação e conforme os princípios das Escrituras. 

Isto não significa que as Testemunhas de Jeová se oponham a entrevistas em geral, entretanto, não parece ser apropriado nestas circunstâncias. Mais uma vez, desejamos agradecer seu convite e solicitamos que entenda as razões pelas quais não o aceitamos. 

Sinceramente 

J.R. Brown                                                                                                                                                   Diretor                                                                                                                                                     Escritório de Informação ao Público




Separador

 Página Inicial   Autor   Apresentação   Carta de Dissociação 

 Cartas   Fotos   Notícias   Relatos e Experiências Pessoais 

 Artigos  Livro de visitas   Links p/ outros "sites"

Para me contatar mande uma mensagem para:  paraperp@gmail.com